Abrir menu

Blog da Kube.

“Feed organizado”: o poder do Instagram na arquitetura das lojas

A plataforma Instagram, que começou apenas como uma rede social, tem desempenhado cada vez mais o papel de mídia digital, despertando conceitos, ditando tendências, mudando o comportamento do consumidor e quebrando pouco a pouco o limite entre os meios on e off-line. Todas essas mudanças, por sua vez, têm impactado a maneira com que as lojas apresentam e vendem produtos, arquitetam suas lojas físicas e conversam com seus clientes.

Grande exemplo da expansão do Instagram como ponto inicial de vendas é uma das queridinhas da geração Y, a Glossier. Inicialmente configurada como um blog, a marca de cosméticos invadiu as redes sociais para só depois inaugurar a primeira loja em Nova Iorque. Trabalhado nessas raízes tecnológicas, o local atinge o mesmo público jovem, inovando na maneira como exibe os produtos – todos os itens de pele, maquiagem, corpo e bem-estar ficam expostos sem embalagens, exatamente para serem testados e experimentados antes da compra; na maneira com que seus colaboradores se apresentam (as vendedoras vestem um macacão futurista cor-de-rosa); na maneira como os produtos são vendidos: o pedido desce diretamente do estoque por um tubo instalado na loja; e principalmente na presença de espaços instagramáveis, que atraem clientes e trazem para o espaço físico todo conceito e energia que a marca transmite nas redes, criando verdadeiras experiências de compra.

Mas o case do momento é a marca de óculos For Arts Sake, que inaugurou recentemente uma loja colorida, simétrica e altamente instagramável em Covent Garden, Londres, e já planeja sua expansão pelo continente asiático. Tendo tido destaque através da cantora Beyoncé, que usou óculos da marca na festa de aniversário de Michael B. Jordan, a For Arts Sake também começou suas vendas via Instagram, em 2016, e agora vem ganhando o mercado fashion e o coração do público millennial. A escolha da localização da loja principal, da sua subsequente, em Xangai, e da empresa responsável pelo projeto, a Aleksa Studio, não foi em vão: todos os detalhes foram pensados para alinhar a presença física da marca ao Instagram, mídia responsável pelo sucesso.

Por meio de feeds organizados, cores e linhas simétricas, alguns perfis no Instagram se destacam pela composição de conteúdos relevantes, personalizados e tendências visuais, apresentando o tipo de visibilidade cultural que esse público consome e a mídia social promove. Seguindo essa noção, a loja conta com atendimento humanizado, wi-fi e, claro, ambientes inspiradores para a foto perfeita. Além disso, a disposição e a arquitetura da loja trazem muitas referências ao diretor Wes Anderson – que preza por simetria, enquadramento, paletas de cores leves e é amado pelo público cinéfilo – através, por exemplo, do contraste das cores azul-claro, branco e dourado, de materiais, como veludo e vidro, e da disposição dos expositores entre espelhos, janelas e prateleiras flutuantes.

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais: