Abrir menu

Blog da Kube.

Novidades do mercado varejista: os destaques da NRF Retail’s Big Show 2019

Movimento on to off!

Toda loja possui seu site, blog ou outro canal de comunicação, mas e se um blog também tiver a sua própria loja? Algo soa estranho para você? Para a inovadora marca de cosméticos Glossier, que se configurou como blog antes mesmo de invadir as redes sociais, esse foi o movimento natural. Queridinha da geração Y, há três meses ela ganhou um andar inteiro de produtos para pele, maquiagem, corpo e bem-estar. O seu espaço físico segue “instagramável”, mas a diferença está mesmo na experiência do usuário que pode conhecer e testar todos os produtos da loja já que não há nada em embalagens e, caso, goste, uma vendedora de macacão futurista cor-de-rosa, faz o seu pedido descer diretamente do estoque por uma engenhoca curiosa!

 

Ponto de encontro

O que pode ser visto como uma batalha entre as grandes Adidas e Nike é também inspiração puríssima para o consumidor, ávido por experimentar novidades, e também para os varejistas. Valendo-se do seu ambiente físico, as marcas buscam conectar-se com seu público, fazer parte de seus momentos marcantes e assim conquistar de vez o seu estilo de vida. A loja Adidas, na 5th Avenue, funciona como um ponto de encontro para os fãs de esporte, onde ocorrem aulas variadas, saídas para corridas e eventos esportivos e ainda possui um andar exclusivo para mulheres. No segundo piso, área masculina, há um espaço para o cliente testar os produtos, o Adidas Run Genie, e o terceiro andar destina-se à customização de produtos de acordo com o gosto do cliente. Já na Nike House of Innovation 000, a marca tornou palpável seus conceitos de inovação e de liberdade experienciados pelos clientes em uma ampla loja com a fachada em vidro e iluminação tech, que arquitetonicamente torna absolutamente tudo flexível naquele ambiente, incluindo trilhos no teto. O atendimento acontece principalmente via aplicativo – detalhamento dos produtos, fechamento dos pedidos, compra e entrega - e os manequins possuem QR codes escaneáveis através do app, por isso não há balcão-caixa e os “vendedores” trabalham apenas como conselheiros e ajudantes em uma loja na qual a experiência de compra é baseada na independência e na tecnologia. Para fazer frente à concorrência, a Nike House of Innovation possui ainda um bar de customização bem na entrada da loja.

 

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais: